Logon

​ENGLISH


ESPAÑOL




​Ana Amélia Camarano

Economista, doutora em Estudos Populacionais pela London School of Economics, com pós-doutorado pela Universidade de Nihon-Japão, trabalha como demógrafa por cerca de 30 anos. É pesquisadora do IPEA, professora em tempo parcial da Fundação Getúlio Vargas, associada honorária da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia e membro do Comitê Técnico do IBGE.

​Ana Rita de Paula

Psicóloga, é consultora de organizações não-governamentais e órgãos públicos municipais, estaduais e federais. Recebeu, entre outros, o Prêmio Direitos Humanos da Universidade de São Paulo, em 2001 e o Prêmio Nacional de Direitos Humanos, outorgado pela Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, em 2004. Mestre em Psicologia Social e Doutora em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo (USP). Há 38 anos faz parte da liderança do movimento pela defesa dos direitos das pessoas com deficiência. Co-autora do livro “Sexualidade e Deficiência: Rompendo o Silêncio” e autora do livro “Asilamento de Pessoas com Deficiência: A institucionalização da incapacidade social”.​​​
​​

​Flavia Ranieri

Natural de Belo Horizonte, Flavia Ranieri se formou em Arquitetura e Urbanismo pela UFMG (2000) e ao fazer a Pós-Graduada em Conforto Ambiental e Conservação de Energia pela USP (2003) se apaixonou por São Paulo. Foi lá que abriu seu próprio escritório (2008) e foi selecionada pelo programa da Goldman Sachs e FGV para realizar o curso de Empreendedorismo e Novos Negócios (2012). Em 2014 iniciou seus estudos voltados para o público Senior e no ano seguinte realizou a jornada do idoso – Designing Thinking junto com a empresa Service Sprints (2015). À procura de uma base teórica formal realizou a Pós-Graduação em Gerontologia pelo Albert Einstein - Sociedade Beneficente Israelita Brasileira (2017) onde era a única arquiteta da turma entre tantos profissionais da área da saúde. Idealizou e abriu a GROU que hoje mais amadurecida se transforma em MYS SENIOR DESIGN. Um escritório focado em levar soluções com design para o público idoso.
Em2018 desenvolveu o Studio da Longevidade na CASACOR SP, apresentando soluções com tecnologia e desing para as pessoas idosas. Este projeto lhe rendeu o prêmio Estadão.

​Janari Pedroso

Psicólogo. Mestrado (Universidade Federal do Pará/NAEA). Doutor em Ciências (Universidade Federal do Pará/NAEA). Pós-Doutorado em Psicologia (Universidade Católica de Brasília). Professor Associado IV da Universidade Federal do Pará/Faculdade de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia e Programa de Teoria e Pesquisa do Comportamento. Coordenador do Ambulatório de Ansiedade e Depressão – AMBAD do Hospital Universitário Bettina Ferro de Sousa/UFPA. Coordena o Laboratório de Desenvolvimento e Saúde – LADS/UFPA. Membro do GT da ANPEPP: “Família, Processos de Desenvolvimento e Promoção da Saúde”. Bolsista Produtividade CNPq, nível 2.

​Karla Giacomin

Médica Geriatra pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Mestrado em Saúde Pública pelo Departamento de Medicina Preventiva e Social da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Doutorado em Ciências da Saúde pela Fundação Oswaldo Cruz -Centro de Pesquisa René Rachou. Consultora para a Organização Mundial de Saúde na área de políticas para o envelhecimento.

​​Laura Guilhoto

​​​Graduação em Medicina pela Universidade de São Paulo, mestrado em Medicina (Neurologia) pela Universidade de São Paulo e doutorado em Medicina (Neurologia) pela Universidade de São Paulo. Realizou Residência Médica em Neurologia Infantil e formação em Eletrencefalografia no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e Fellowship em Neurofisiologia Clínica no Rush Presbyterian St. Luke's Medical Center em Chicago, EUA. Realizou Pós-doutoramento com bolsa CAPES no Children's Hospital Boston da Universidade de Harvard.
Atualmente é médica neurologista da Universidade de São Paulo e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), orientadora do Departamento de Neurologia e Neurocirurgia da Unifesp e assessora técnico-científica do Instituto de Ensino e Pesquisa da APAE DE SÃO PAULO.
Tem experiência na área de Neurologia, com ênfase em Neurofisiologia Clínica e Epilepsia, atuando principalmente nos seguintes temas: eletrencefalografia, epilepsia, ausência típica, epilepsia mioclônica juvenil, epilepsia generalizada idiopática, drogas antiepilépticas, neurologia infantil e deficiência intelectual. Atualmente é presidente de honra da Associação Brasileira de Epilepsia.

​Leila Castro

Graduada em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Jundiaí. MBA em Gestão Estratégica no Terceiro Setor pelas Faculdades Metropolitanas Unidas de São Paulo. Experiência de 29 anos na área da Deficiência Intelectual, com atuação em diferentes ciclos de vida (infância ao envelhecimento). Com conhecimento técnico em envelhecimento humano (Gerontologia) pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo–HC/São Paulo. Atua como supervisora / especialista no Instituto de Ensino e Pesquisa da APAE DE SÃO PAULO. Coordenadora Nacional de Envelhecimento na APAE Brasil / Federação Nacional das APAEs e como conselheira titular no Conselho Nacional dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa – CNDI.

​Luciana Mascarenhas Fonseca

Psicóloga, especialista em Neuropsicologia, Reabilitação e Psico-gerontologia, é mestre pela Universidade de Pádova, Itália, e doutora pelo Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo com período sanduiche na Universidade de Cambridge, Reino Unido. Atualmente realiza pós-doutorado na Universidade do Estado de Washington, Estados Unidos, e é colaboradora do Projeto Terceira Idade (PROTER) do Hospital das Clínicas de São Paulo.

​Mari Zulian

Terapeuta Ocupacional pela Universidade Metodista de Piracicaba, Psicopedagoga pela UNISAL, Mestre em Educação na linha de formação de professores pela PUC- de Campinas, Doutorado em Engenharia Elétrica pela UNICAMP com pesquisa na linha de Tecnologia Assistiva - Interface homem computador. Larga experiência na área saúde física e educação, com ênfase nas áreas de: tecnologia assistiva, acessibilidade, Comunicação Alternativa (CAA), Educação Especial e Inclusão, trabalha com a formação e capacitação nas áreas de; Tecnologia Assistiva, CAA e Inclusão, atuou como consultora do MEC-SECADI na implementação da política de educação especial na perspectivas inclusiva hoje em vigor, mantendo-se como colabora direta das ações deste setor, desde 2011, dedicada a pesquisas e desenvolvimentos na área de Tecnologia Assistiva e Políticas Públicas nesta área colaboradora do Centro Nacional de Referência em Tecnologia Assistiva-CNRTA. Atualmente atua como docente nos cursos de graduação de Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Pedagogia da UNISO-Universidade de Sorocaba.

​Maria Eliane Catunda

Assistente Social pela PUC Minas. Mestre em Gerontologia e Doutora em Educação/ Gerontologia pela Unicamp. Professora da PUC Minas Campus Poços de Caldas até 2015 e atualmente professora convidada em cursos de Pós-graduação nas áreas de Políticas Públicas de Saúde e Assistência Social, Envelhecimento Humano e Terceiro Setor
Publicações nas editoras Papirus, Alínea, Guanabara Koogan, SESC São Paulo/Perseu Abramo e em periódicos nacionais e internacionais. Revisora de artigos de periódicos científicos das áreas de Gerontologia e Políticas de Saúde.
​​

​Matthew P. Janicki

Matthew P. Janicki, Ph.D. é co-presidente do Grupo de Trabalho Nacional dos EUA sobre Deficiências Intelectuais e Práticas de Demência, bem como professor associado de pesquisa no Departamento de Deficiência e Desenvolvimento Humano da Universidade de Illinois em Chicago. Anteriormente, ele foi diretor de envelhecimento e populações especiais para o Escritório do Estado de Nova York para Pessoas com Deficiência de Desenvolvimento.
Atualmente, ele lidera um estudo especializado em lares de grupos destinados a adultos com deficiência mental, e anteriormente foi o investigador principal de vários estudos examinando como as agências comunitárias fornecem apoio comunitário a adultos com deficiências intelectuais afetados por demência e como as famílias são afetadas. auxiliado por agências comunitárias no apoio a adultos com síndrome de Down afetados pela doença de Alzheimer.

​​

​Michel Naslavsky

Professor doutor no Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências da USP. Pesquisador do Centro de Pesquisas sobre o Genoma Humano e Células-tronco da USP. Coordena projetos em genômica médica e populacional, bioinformática e bioética. Membro da Sociedade Brasileira de Genética e da American Society of Human Genetics.​

​Naira Lemos

Assistente Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUCSP. Especialista em Gerontologia pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.(SBGG) Mestre e Doutora em Ciências pela UNIFESP. Atualmente é Assistente Social e Professora Afiliada da Disciplina de Geriatria e Gerontologia da Universidade Federal de São Paulo. Coordena o Programa de Assistência Domiciliar ao Idoso e o Ambulatório para Cuidadores (DIGG/UNIFESP). É membro associado da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Presidente da Comissão de Título de Especialista em Gerontologia da SBGG .Coordenadora da residência multiprofissional do Envelhecimento da UNIFESP.

​Orestes Forlenza

Graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), Mestrado no Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP, Research Fellowship no Institute of Psychiatry, University of London, UK , Doutorado no Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP, Professor Associado (MS5-3) no Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Coordenador do Ambulatório de Psiquiatria Geriátrica do LIM-27, IPq-HCFMUSP.

​Philip McCallion

Interesses de pesquisa do Dr. McCallion preencher um nicho importante no campo do trabalho social, colmatando bolsa de estudos sobre o envelhecimento das populações e aqueles com deficiência intelectual, como síndrome de Down. Ele é co-investigador principal do Suplemento de Deficiência Intelectual para o Estudo Longitudinal Irlandês sobre o Envelhecimento, professor visitante no Trinity College Dublin, um Acadêmico e Mentor da Faculdade de Trabalho Social da Fundação John A. Hartford, e membro do comitê de direção do National Grupo de Trabalho sobre Deficiência Intelectual e Demência.
Desde 1996, McCallion recebeu mais de US $ 30 milhões em financiamento de pesquisa e publicou mais de 140 artigos sobre intervenções com idosos com condições crônicas, cuidadores de idosos frágeis, portadores de doença de Alzheimer e pessoas com deficiências intelectuais ou de desenvolvimento. Como mentor de pesquisadores juniores, ele atuou em 23 comitês de doutorado, dos quais ele presidiu 14, e supervisionou 40 projetos de doutorado e mestrado.
A pesquisa de McCallion começou com ensaios de controle randomizados de intervenções psicossociais para pessoas com demência e seus cuidadores. Seus interesses se estenderam à criação de comunidades preparadas para envelhecer; avaliar intervenções não farmacológicas; aumentar o alcance dos programas de cuidados paliativos; e desenvolver projetos orientados para a comunidade para ajudar pessoas idosas com deficiências intelectuais. Dentro de seu trabalho, McCallion enfatiza intervenções baseadas em evidências, colaboração com agências estaduais e locais e capacitação comunitária.

Ramón Novell Alsina

Bacharel em Medicina pela Universidade Autônoma de Barcelona e especialista em psiquiatria. Ele desenvolveu seu trabalho de assistência no campo da psiquiatria geral em adultos, na psicogeriatria e psiquiatria de pessoas com deficiências intelectuais. Mestrado em Deficiência Intelectual pela Universidade Autônoma de Barcelona, Pós-Graduação em Psicogeriatria e Reabilitação Geriátrica pela Universidade Complutense de Madri.
Atualmente é chefe do Serviço de Deficiência Intelectual e Saúde Mental do Instituto de Saúde de Girona, dependendo do governo da Catalunha.

​Sérgio Duque Estrada

Formado em administração pela FGV, pós graduação em finanças pela PUC-RJ, e MBA pela New York University (Stern School of Business);  foi executivo do BNDES, JPChase, Socimer do Brasil, e BankBoston, e é sócio da Valormax Consultoria Financeira (www.valormax.com). Atua em projetos de finanças corporativas, fusões e aquisições, reestruturação e recuperação judicial. Conselheiro do TMA Brasil (Turnaround Management Association), e representante local (“Ambassador”) do Aging2.0.

​Tamar Heller

Professora, Chefe de Departamento, Diretor - IDHD, Deficiência e Desenvolvimento Humano.
Diretor da Clínica da Família DHD.
Distinguido professor e chefe do Departamento de Deficiência e Desenvolvimento Humano da Universidade de Illinois em Chicago. Dirigir seu Centro Universitário de Excelência em Deficiências do Desenvolvimento, Pesquisa em Reabilitação e Centro de Treinamento em Deficiências do Desenvolvimento e Saúde, Clínicas da Família de Deficiências no Desenvolvimento e programa de autismo da TAP.
A pesquisa se concentra em políticas e práticas para apoiar pessoas com deficiência e suas famílias ao longo do curso da vida. Os projetos de pesquisa específicos se concentram em apoios autônomos e familiares, cuidados gerenciados e intervenções de promoção da saúde para pessoas com deficiências. Dr.Heller escreveu mais de 200 publicações, incluindo 5 livros, e é membro fundador da National Sibling Leadership Network e Bridging Aging and Disability International.

​Tássia Monique Chiarelli

Gerontóloga e mestra em Gerontologia pela USP, doutoranda em Gerontologia na Unicamp. Participou do Programa Internacional 10.000 Women, oferecido pelo Banco Goldman Sachs e FGV. Atuou em consultoria na área de comunicação virtual em saúde, com participação em trabalhos internacionais em Angola. Foi CEO da OPA, empresa incubada na USP, cujo modelo de negócio era baseado em projetos criativos para o envelhecimento. É consultora, palestrante e educadora na área da gerontologia com foco nos pilares: educação, empreendedorismo e tecnologia. Ganhadora de quatro premiações na área do envelhecimento.

Willians Fiori

Especialista em Aging Market, idealizador do Projeto Envelhecimento 2.0 e o Gerocast Podcast. Membro associado da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Membro da Sociedade Brasileira de Gerontotecnologia. Professor Docente do Hospital Albert Einstein na Pós-Graduação em Gerontologia. Professor convidado: PUC-SP / EACH-USP LESTE / FMUSP.

​Yeda Duarte

Graduada em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da USP, mestrado e doutorado em Enfermagem pela Universidade de São Paulo – área Gerontologia. Pós-doutorado em Epidemiologia pela Faculdade de Saúde Pública da USP com estágio no Sealy Center on Aging – University of Texas Medical Brunch. Professora Associada (MS5) da Universidade de São Paulo, docente da Escola de Enfermagem e da Faculdade de Saúde Pública da USP. Atualmente é coordenadora do Estudo SABE Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento, estudo longitudinal sobre as condições de vida e saúde dos idosos residentes no Município de São Paulo e coordenadora do NAPSABE. Coordenou o estudo longitudinal sobre os determinantes de fragilidade em pessoas idosas em velhice avançada. Coordenadora do Programa de Residência em Enfermagem – Saúde do Adulto e do Idoso. Foi responsável pela criação do primeiro curso de graduação em Gerontologia, sediado na Universidade de São Paulo. É líder do Grupo de pesquisa Saúde Pública e Envelhecimento. Tem experiência na área de Geriatria e Gerontologia, atuando principalmente nos seguintes temas: idosos, Estudo SABE, envelhecimento, cuidadores e gerontologia.

Rua Loefgren, 2109
Vila Clementino
São Paulo, SP - Brasil
CEP 04040-033

+55 11 5080 7000

Feito com pela Mult-Connect