Logon
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
Comentário sobre o Check-in
Comentários
Comentários do Aprovador
  
  
  
Conteúdo Accordion #01
Conteúdo Accordion #02
Conteúdo Accordion #03
Conteúdo Accordion #04
Conteúdo Accordion #05
Conteúdo Accordion #06
Conteúdo Accordion #07
Conteúdo Accordion #08
Conteúdo Accordion #09
Conteúdo Accordion #10
Conteúdo da Página
  
  
  
  
  
Editar
  
  
Imagem Cumulativa
Imagem de Página
  
  
Legenda da Imagem
Links de Resumo
Links de Resumo 2
  
  
  
  
  
  
  
  
Resumo
  
  
Tipo de Conteúdo
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
apae-de-sao-paulo-conquista-cadeira-no-cmdj.aspx
  
27/08/2018 11:31Conta de SistemaCancelado
00Saulo Mendonça

​Pela segunda vez consecutiva, a APAE DE SÃO PAULO foi eleita – por meio dos autodefensores da Organização, Ronie Vitorino e Ana Júlia Fernandes – membra do Conselho Municipal dos Direitos da Juventude (CMDJ), para a cadeira da Deficiência e Mobilidade Reduzida.

Os jovens representarão a APAE DE SÃO PAULO durante o biênio 2019/2022 como titular e suplente, respectivamente. O CMDJ é o órgão responsável pela execução e fiscalização das políticas públicas na área da juventude de São Paulo. A eleição aconteceu no domingo, dia 19 de agosto, nas subprefeituras do município.

27/08/2018 11:25Saulo Mendonça24/08/2018Sim 86
APAE - Conteúdo Simples
apae-de-sao-paulo-conquista-cadeira-no-cmdj.aspxapae-de-sao-paulo-conquista-cadeira-no-cmdjNãoNão
Aprovado5 KB APAE - Conteúdo SimplesAPAE DE SÃO PAULO conquista cadeira no Conselho Municipal dos Direitos da Juventude1.0
teste-do-pezinho-basico-ou-ampliado-entenda-a-diferenca.aspx
  
24/07/2018 17:39Conta de SistemaCancelado
00Saulo Mendonça

​O teste do pezinho - também chamado de triagem neonatal - é extremamente importante para a saúde das crianças. Com uma só picadinha no calcanhar dos bebês, ele é uma das principais maneiras de diagnosticar uma série de doenças, antes mesmo de aparecerem os primeiros sintomas. Muitas doenças raras, de origem genética, também podem ser detectadas pelo teste. O diagnóstico precoce facilita o tratamento e pode trazer mais qualidade de vida para as famílias. Por isso, é fundamental que seja feito logo após o nascimento do bebê, entre o 3º e o 5º dia de vida. “Assim como a vacinação, a triagem neonatal tem que ser olhada como um grande programa preventivo de saúde pública”, explica o pediatra José Simon Camelo Junior, pesquisador da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMR/USP).

 

24/07/2018 17:30Saulo Mendonça24/07/2018Sim 85
APAE - Conteúdo Simples
teste-do-pezinho-basico-ou-ampliado-entenda-a-diferenca.aspxteste-do-pezinho-basico-ou-ampliado-entenda-a-diferencaNãoNão
Aprovado6 KB APAE - Conteúdo SimplesTeste do pezinho básico ou ampliado? Entenda a diferença1.0
27-anos-da-lei-de-cotas-desafios-e-avanços.aspx
  
24/07/2018 17:26Conta de SistemaCancelado
00Saulo Mendonça
​Apesar da conquista, as pessoas com deficiência ainda representam menos de 1% do total de trabalhadores empregados. existem no Brasil mais de 45 milhões de pessoas nessa situação, destas, 24% estão aptas para o trabalho. Uma nova medida do governo federal promete garantir avanços na inclusão no mercado de trabalho. Trata-se do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, o eSocial, que propõe aos empregadores que comuniquem ao governo, de forma unificada, as informações relativas ao quadro de trabalhadores e informações fiscais

Há 27 anos, em 24 de julho de 1991, foi promulgada a Lei 8.213, conhecida como a Lei de Cotas para Pessoas com Deficiência, relevante iniciativa de combate à discriminação. A partir da aprovação, se tornou obrigatória a contratação de profissionais com deficiência em empresas com mais de 100 colaboradores. De acordo com a lei, ficou estabelecido um percentual que varia de 25 a 5% de pessoas com deficiência em relação ao número de funcionários nas empresas.

24/07/2018 17:18Saulo Mendonça23/07/2018Sim 84
APAE - Conteúdo Simples
27-anos-da-lei-de-cotas-desafios-e-avanços.aspx27-anos-da-lei-de-cotas-desafios-e-avançosNãoNão
Aprovado6 KB APAE - Conteúdo Simples27 anos da Lei de Cotas: desafios e avanços1.0
deputada-mara-gabrilli-eleita-para-representar-o-brasil-na-onu.aspx
  
13/06/2018 17:23Conta de Sistema
00Saulo Mendonça

A deputada federal Mara Gabrilli será a primeira brasileira a integrar o Comitê da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência – CDPD, no período de 2019 – 2022. Responsável por monitorar a implementação da Convenção, o Comitê reúne 18 membros de diferentes países, peritos na temática da pessoa com deficiência. A votação ocorreu no dia 12 de junho, durante a 11ª Conferência dos Estados Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, em Nova Iorque.

Responsável por monitorar a implementação da Convenção, o Comitê reúne 18 membros de diferentes países, peritos na temática da pessoa com deficiência. "Será uma honra representar o Brasil perante as Nações Unidas. Poderemos fazer um trabalho enriquecedor, com o intercâmbio de experiências em políticas públicas para pessoas com deficiência, trazendo para o Brasil o que foi bem sucedido lá fora e levando para outros países as conquistas que já tivemos por aqui", comemora Mara.

Há dez anos, em 13 de dezembro de 2006, a Assembleia Geral da ONU adotou resolução que estabeleceu a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, com o objetivo de "proteger e garantir o total e igual acesso a todos os direitos humanos e liberdades fundamentais por todas as pessoas com deficiência, e promover o respeito à sua dignidade". Atualmente, 177 países ratificaram a Convenção e outros 11 são signatários. No Brasil o documento foi ratificado pelo Congresso Nacional em 2008 e internalizado em 2009, com status de emenda constitucional.


Sobre a deputada federal Mara Gabrilli

Tetraplégica em função de um acidente de carro em 1994, Mara Cristina Gabrilli é psicóloga, publicitária e deputada federal em seu segundo mandato. Atualmente é deputada federal por São Paulo e, na Câmara dos Deputados, é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, membro titular da Comissão de Seguridade Social, integra a Frente Parlamentar Mista do Congresso Nacional em Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e preside a Frente Parlamentar Mista de Atenção Integral às pessoas com doenças raras. Foi relatora e autora do texto substitutivo da LBI – Lei Brasileira de Inclusão, que entrou em vigor em 2016, após consulta pública e ampla participação da sociedade civil na sua estruturação.

13/06/2018 17:14Saulo Mendonça13/06/2018Sim 83
APAE - Conteúdo Simples
deputada-mara-gabrilli-eleita-para-representar-o-brasil-na-onu.aspxdeputada-mara-gabrilli-eleita-para-representar-o-brasil-na-onuNãoNão
Aprovado7 KB APAE - NotíciasDeputada Mara Gabrilli é eleita para representar o Brasil no comitê da ONU sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência1.0
1 - 4Próxima

Rua Loefgren, 2109
Vila Clementino
São Paulo, SP - Brasil
CEP 04040-033

+55 11 5080 7000

Feito com pela Mult-Connect